Jornalista Régis Oliveira: Prefeitura inicia pagamento de servidores e Guimarães diz " Esse desconforto não foi por falta de recursos".

terça-feira, 6 de outubro de 2015

Prefeitura inicia pagamento de servidores e Guimarães diz " Esse desconforto não foi por falta de recursos".

O prefeito Guimarães  pede desculpas aos aos servidores pelo incômodo causado, por conta dos salários não terem sido pagos dia 30.

Suspendendo todos os assuntos de sua agenda cheia e dando prioridade a resolver o impasse sobre o pagamento dos servidores, o prefeito Guimarães enviou  com urgência a alteração  da lei, na última  sexta feira, dia 02,  para o legislativo apreciar e aprovar.

A prefeitura de Aquiraz iniciou o pagamento dos servidores nesta terça, dia 06, no quarto dia útil do mês subsequente ao mês vencido.

Apesar da sensação de atraso a que todos os servidores ficaram sujeitos , pela legislação vigente, até o 5º dia útil, que seria amanhã, quarta feira, dia 07 o pagamento ainda não estaria atrasado.

No entanto, como o costume do prefeito Guimarães é pagar sempre no último dia do mês , ou até  antes, os servidores sentiram bastante a diferença.

O Sindicato  dos servidores, SINSEPUMA,  suspendeu a preparação do movimento que iria para as ruas nesta quarta, cobrar o cumprimento do calendário de pagamento, já que a situação foi normalizada e até amanhã todas as secretarias municipais deverão ter efetuado o pagamento, sendo que o banco do brasil está liberando  gradativamente os recursos que já foram depositados pela prefeitura  nas devidas contas.

O pseudo atraso, deveu-se a um impasse entre executivo e legislativo, a respeito da aprovação de um projeto de lei tratando da  liberação de créditos adicionais.

Na última sexta- feira, a Câmara votou, aprovando o projeto e com isso o município pôde liberar  o pagamento.

O comércio local já estava sentindo os efeitos e estava amargando redução significativa nas vendas, o que deverá ser revertido por toda esta semana.

O prefeito Guimarães em conversa com este jornalista, salientou que em nenhum momento faltou dinheiro para o pagamento do funcionalismo, ao contrário o município dispõe de recursos suficientes para sua manutenção, inclusive tendo incrementado a arrecadação própria e ocupando proporcionalmente à sua população, hoje o quinto lugar entre os que mais arrecadam  no estado.
O Prefeito   lembrou que o que houve foi apenas um entrave burocrático, o que não permitia que o município usasse os recursos sem a devida autorização do executivo, sob pena de ferir a lei de responsabilidade fiscal, disse Guimarães, "Nós não  poderíamos fazer nada fora da lei, fora do que é permitido ao gestor, já que nossa administração prima pela transparência e probidade em todos os aspectos".

Nenhum comentário: