Jornalista Régis Oliveira: Vereadores Val e Ricardson Contestam relatório de transição

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Vereadores Val e Ricardson Contestam relatório de transição

  


Vereador Josimar de Castro pediu, durante a Sessão do ultimo dia 07, terça feira, que os vereadores sejam moderados ao ingressar com requerimentos, para não exagerar no número desses pedidos, já que nos 04 anos é improvável que o prefeito possa atender a um número  exagerado de solicitações.


Na sessão da última terça, 07 foram feitos os seguintes pedidos:

Chafariz para Rua 07 de setembro, na Riviera pelo Vereador, Diego Queiroz.

Posto de Saúde e Posto dos Correios do Iguape e conclusão do asfalto do Novo Iguape, pelo Vereador Ricardson  Santana.

 Lavanderias nas localidades; Chácara da Prainha, Divineia, Iguape, Machuca, Piau,  Prainha e Tupuiú e reforma da lavanderia do Parque das Flores, bem como, reativação da Lavanderia do Bairro Gruta, pela vereadora, Valcídia Queiroz.


 Calçamento para a Rua do Campo no Machuca e continuação do asfalto da Chácara da Prainha por vereador Luiz Fernando.


Ambulância para a Região da Aroeira, Postos distritais da Guarda Municipal,  Recuperação  do Asfalto da Ce 040 à BR 116, poço profundo em Jacaré, no Sítio Guarda e São Francisco em Aroeira e Chafariz para Vila Nova em Aroeira, por Jonas Assunção.


Poço profundo na Caponga da Beranarda,  Calçamento  para a Vila Nova , Implantação de CRASS, Calçamento da Caponga ao Sitio Ferreira, Calçamento da Caponga da Bernarda  à  CE350, todos no distrito Caponga da Bernarda e calçamento para todas as Ruas do distrito Assis Teixeira, pedidos feitos   pelo vereador presidente da Câmara, Josimar de Castro.

Calçamento para área verde  do Tapuio pedido pelo vereador Babá, que pediu ainda a construção de ponte ligando os distritos de Camará e Assis Teixeira, no que Josimar disse que o prefeito Edson Sá já tem um projeto pronto para a construção da ponte e que tal projeto já está em poder do deputado Domingos Neto para lutar pelos recursos necessários.


Nas falas dos vereadores, Ricardson Santana contestou o relatório de transição do governo municipal divulgado na segunda feira, dia 06, que diz que  a gestão anterior deixou uma dívida de 43 milhões de reais, ele disse que na  verdade ficaram 13 milhões em caixa para responder os restos  a pagar e falou em defesa dos servidores que foram à casa legislativa reivindicar o pagamento pelo governo municipal de benefícios, como: vale transporte, vale alimentação e auxílio insalubridade.


Vereador Ricardson disse ainda que vai pedir no ministério publico a anulação da sessão que aprovou o aumento de 3 para 8 mil  reais, de 20 cargos comissionados.


O Vereador José Airton Assunção, líder do prefeito na Câmara, divulgou a agenda de reuniões para a formação do Conselho Municipal de Saúde e disse que os benefícios devidos serão pagos junto com o salário de fevereiro e que nenhum direito foi retirado dos servidores e o que aconteceu foi um atraso no pagamento devido ao recadastramento dos servidores, que terminou no último dia 20, porém garantiu que todos os que tiverem direito aos benefícios e gratificações continuarão recebendo normalmente.


Vereador Jonas disse que é um absurdo o valor que uma empresa está cobrando para a prefeitura de Aquiraz, resgatar o trator para o agricultor, que está desde o ano passado para  recuperar,  que é de 30.000  reais e que o governo irá entrar na justiça para resolver a questão e disse que parabeniza os servidores por está levando esse município nas costas nos últimos 02 meses.




Vereadora Val também contestou o relatório de transição de governos, relacionado à dívida de 43 milhões e  disse que dessa  dívida divulgada, 33 milhões são só de parcelamento de INSS  que vêm de governos anteriores à gestão anterior, mais de 96.000 são de empréstimos consignados, devidos por servidores e que serão descontados em folha pelo atual governo  tendo ficado pouco mais de  4 milhões de restos a pagar e 13 milhões em caixa, o que dá um saldo positivo de mais de  7 milhões passado para a atual gestão.




Nenhum comentário: