sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Saiu no G1- Pentecoste no Ceará realiza bingo para sortear poço


Evento em Pentecoste em setembro atraiu mais de 2.000 pessoas.
Produção de coco e peixe está prejudicada com estiagem de três anos.

Mais de duas mil pessoas lotaram a praça da cidade para acompanhar o sorteio do poço profundo (Foto: Notícias de Pentecoste)
Mais de 2.000 pessoas lotaram a praça da cidade para acompanhar o sorteio do poço profundo (Foto: José da Legnas/Notícias de Pentecoste)
A cidade de Pentecoste (CE) está em situação de emergência devido à seca que já dura três anos. Os agricultores perderam quase toda a safra, parte do gado morreu e a população da zona rural está sem água potável. Para tentar amenizar a situação, uma entidade local realizou em setembro um bingo que sorteou a perfuração de um poço profundo entre 2.200 compradores de uma cartela de R$ 10.
Venceram a dona de casa Maria do Socorro Costa, 41 anos, e o agricultor Egilázio Freitas Silva, 52, que completaram todos os números de sua cartela. O poço, claro, não pode ser dividido. O jeito foi vendê-lo para um terceiro apostador, o mecânico e agricultor José Dalvani Chaves, de 44 anos, que chegou a participar do bingo com três cartelas. Após a compra, ele irriga uma pequena plantação de coco na zona rural do município. “A aquisição valeu a pena pois agora minha família tem água para beber, usar na alimentação e outras utilidades do lar”, explica. Ele pagou R$ 4 mil pelo prêmio (a perfuração e uma bomba), mas teve que investir mais R$ 12 mil porque a primeira escavação não encontrou água.
A dona de casa que originalmente venceu o bingo vive na zona urbana da cidade, ainda com acesso a açudes da região. Esse foi o motivo que a levou a vender o poço. "Eu ganhei, mas analisando bem, não tinha como ter um poço aqui em minha casa. A dificuldade por água está grande, mas não é desesperadora", relata.
Bomba e perfuração de poço salvaram a produção de banana do agricultor José Dalvani  (Foto: Gioras Xerez/G1)Bomba e perfuração de poço salvaram a produção
de banana do agricultor José Dalvani
(Foto: Gioras Xerez/G1)
Mas para o agricultor da zona rural a situação é outra. “Tudo estava seco. Panorama de dar pena. Minha pequena propriedade estava praticamente sem água para irrigar uma pequena plantação de coco que eu tenho. É pouca, mas no fim do mês dá uma ajuda danada. Além do consumo”, conta. A região é a segunda maior produtora de coco do Brasil e o produto está comprometido da pouca água do Açude Pentecoste.
Um mês após a instalação do poço em sua propriedade a paisagem mudou e ele colhe os frutos do investimento. “Tudo mudou. As pessoas dizem que eu fiz burrice ao investir R$ 12 mil no poço profundo para escavação, mas não foi. Comprei a máquina por R$ 3 mil e com mais R$ 9 mil consegui furar o poço. Agora tenho terra irrigada e minha família tem água para beber”, conta.
Antes da instalação, ele era obrigado a comprar água mineral a preços altos pois a água disponível na cidade é inadequada para consumo. "Água do açude e dos carros pipa não serve mais, pois está suja. Quando colocamos ela para ferver aparece uma espuma. Horrível.”
O presidente da Associação dos Usuários do Distrito de Irrigação do Perímetro Irrigado Curu Pentecoste (Audipecupe), Francisco Cláudio Ferreira de Sousa, foi um dos idealizadores do bingo. "O que o povo está querendo neste momento? A necessidade é um poço profundo. Então tivemos essa ideia. É uma coisa que vai atingir um maior público possível. E a participação do povo foi grande.” Além do poço, foi colocado a prêmio no mesmo bingo uma moto, mas sem muita procura. "O pessoal sempre perguntava pelo poço. Quase ninguém indagava pela moto. Eles estavam interessados mesmo era em ter algo que lhes proporcionassem água."
frase francisco seca ceará (Foto: André Teixeira/G1)
Das 184 cidades do Ceará, 178 decretaram situação de emergência por conta da falta de chuva, incluindo todos os municípios da Região Norte, onde fica a cidade de Pentecoste, é crítica mesmo para quem possui fonte de água própria, segundo Ferreira de Sousa. Algumas plantações não suportam o forte calor e a pouca água.
Ficha - especial seca - Pentecoste (CE) (Foto: G1)
Com a atual situação, alguns agricultores perderam até 100% da safra, como é o caso de Francisco Sousa Cunha, de 49 anos. O agricultor tinha uma pequena plantação de bananas no quintal de casa e perdeu tudo por causa da longa estiagem.
“Tudo que eu plantei morreu. Não deu para aproveitar nada. Eu até tentei molhar a terra com a água da chuva que guardei, da última chuva que caiu, mas não consegui salvar minhas bananeiras. Um desespero, pois vendia bananas na feira e dava para juntar um dinheirinho”, afirmou, com o olhar fixo para o local onde estavam as bananeiras.
Para a família não morrer de fome, Francisco Sousa Cunha buscou uma alternativa, a pesca em um riacho a quatro quilômetros de sua casa. “Pelo menos três vezes por semana eu saio de casa ainda cedo. Quando tenho sorte, o que sobra vou vender no mercado. Se não fossem esses peixes, estaria em uma situação bem complicada.”
O principal reservatório do município, o Açude Pereira de Miranda – também conhecido como Açude Pentecoste –, está com apenas com 2% da sua capacidade total, e os canais de irrigação estão secos. Para captar o volume morto, que fica abaixo do nível das comportas, é necessário usar um gerador que fornece energia elétrica para as bombas, o que requer um custo alto ao município.
Água que irrigava plantações de coco saía do açude Pentecoste, que hoje funciona em nível morto (Foto: TV Verdes Mares/Reprodução)Água que irrigava plantações de coco saía do açude Pentecoste, que hoje retira água do volume morto (Foto: TV Verdes Mares/Reprodução)
A Audipecupe classifica o atual período de estiagem como a pior seca da região: "Antes a água batia perto do asfalto e parecia que ia invadir a cidade. Hoje faz pena".
Produção de coqueiros prejudicada
Agricultores do projeto irrigado perderam toda a produção dos coqueiros. As palhas secaram e o coco não serve para a venda. Os moradores mais antigos "não acreditam no que está acontecendo", diz o agricultor Francisco Rodrigues. “Hoje falta água até para a cidade”, disse.
O Ceará tem oito perímetros de agricultura irrigada. A maioria já interrompeu plantio ou está produzindo abaixo do esperado. A orientação do Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (Dnocs) é de interromper as culturas temporárias para reduzir os prejuízos.
“Nós estamos fazendo um cadastro temporário que será levado para as autoridades competentes para ver a possibilidade de indenização para que eles possam recompor as suas culturas. O Dnocs também mandou máquina para perfurar poços profundos com objetivo de abastecimento humano”, afirmou o agrônomo Eduardo Segundo.
Para tentar aliviar os efeitos da seca, o município de Pentecoste adquiriu verbas e realizou a perfuração de 65 poços, afirma o secretário de Agricultura e Defesa Civil de Pentecoste, Gledson Guimarães. “Nós conseguimos, graças a parcerias, furar mais de 65 poços no município. Já foram instalados mais de 13 poços para tentar amenizar a sede da população", relata.
O Dnocs garantiu a verba de R$ 520 mil para que a prefeitura ajude o agricultores a salvar a cultura dos coqueiros. A prefeitura tenta com o Ministério da Integração uma forma dos agricultores receberem Garantia Safra e outros benefícios, afirmou.
Fonte;G1

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Castanhão enfrenta seu momento mais crítico desde a construção

STIAGEM PROLONGADA



Há cinco anos, o açude tinha 97,8% da sua capacidade total; hoje, segundo a Cogerh, tem apenas 30%

Image-0-Artigo-1724408-1
A água recuou da parede cerca de cinco metros; no local já é possível caminhar
FOTO: ELLEN FREITAS
f
Tratores e animais foram utilizados por agricultores para bloquear a pista em protesto por mais água para a agricultura de subsistência
FOTO: ELLEN FREITAS
Limoeiro/Fortaleza. A imagem do maior reservatório hídrico de múltiplos usos do País, o Castanhão, impressiona durante seu momento mais crítico. O açude está com apenas 30% da capacidade, muito diferente de há cinco anos, quando atingiu 97,8% do potencial de armazenamento. Na área de comportas, é possível caminhar por dentro da represa, onde a água recuou da parede cerca de 150 metros.
Mesmo com a nítida imagem de esvaziamento acelerado, a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos do Estado (Cogerh) informou, por meio da assessoria de imprensa, que a situação do Castanhão não causa preocupação, já que o reservatório tem grandes dimensões e ainda possui muita água armazenada.
Perímetro irrigado
O Diário do Nordeste vem monitorando a situação hídrica do Ceará, que está sendo fortemente impactada pelo terceiro ano consecutivo de seca.
O Açude Castanhão é o maior reservatório do Ceará e o principal responsável pelo abastecimento da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), além de manter a produção irrigada no perímetro irrigado Jaguaribe Apodi, no Vale do Jaguaribe.
As primeiras notícias do baixo volume do Castanhão foram destaque na mídia nacional, quando partes da antiga cidade de Jaguaribara, inundada para dar lugar ao reservatório, ficaram emersas, em março de 2013.
Ao longo deste ano o baixo volume do açude causou perdas na piscicultura, responsável por cerca de 50% da produção de tilápia do Ceará. Em julho deste ano novas áreas da Velha Jaguaribara reapareceram.
Contraste
A situação é muito diferente da vivida em maio de 2009, quando o Castanhão chegou quase ao limite da capacidade. Até mesmo em março de 2011, último ano de boas chuvas antes da seca que começou em 2012, o açude registrava cota de 101,7 metros, acima do nível do mar, com 71% da sua capacidade.
Em apenas três anos e meio, o volume caiu para 30,78%, equivalentes a pouco mais de dois milhões de metros cúbicos de água. Atualmente, onde antes havia água em abundância, hoje é chão coberto por uma camada de algas secas.
A imagem choca e preocupa a muitos dos piscicultores de Jaguaribara. "Dá medo de ver o açude seco assim, porque nunca chegou a esse pronto. Se Deus me livre não chover no ano que vem, não sei como vai ficar a situação. Se a piscicultura tiver que parar, Jaguaribara entra na decadência", desabafa o presidente da Associação dos Criadores de Tilápia da Barragem Castanhão (Acritica), Francisco Edivando Feitosa Almeida. Segundo ele, para driblar o esvaziamento do açude, os piscicultores estão se deslocando, à medida em que o nível vai baixando, para áreas mais profundas.
"Hoje estamos a um quilômetro de onde inicia o nosso parque aquícola", ressaltou.
Em junho do ano passado os piscicultores registraram a maior mortandade de peixes de toda história do açude, em decorrência de problemas envolvendo, entre outros, o baixo nível do Castanhão. Foram 100 toneladas de peixes mortos em apenas um dia. Os prejuízos contabilizados pelos criadores ficaram em torno de R$ 800 mil.
A barragem do Castanhão fica localizada na bacia do Baixo Jaguaribe, que hoje conta com 28,5% da capacidade de armazenamento hídrico. O volume, apesar de estar longe do limite que o reservatório oferece, ainda é considerado SEGURO para o abastecimento das cidades.
Entretanto, as regiões hidrográficas dos Sertões de Crateús, do Curu e Do Baixo Jaguaribe, respectivamente com 1,32%, 3,6% e 4,37%, são as que mais preocupam no Estado.
Perfuração de poços
Como medidas para garantir o consumo humano no Ceará, o governo estadual vem adotando uma série de ações paliativas com o objetivo de atenuar os efeitos causados pela prolongada estiagem.
Dentre as iniciativas que já estão em curso, estão a suspensão de novas outorgas para irrigação de culturas temporárias, a instalação de adutoras de engate rápido, a perfuração de poços e a distribuição de água através dos carros- pipa.
Produtores protestam por mais água para irrigação
Limoeiro/Fortaleza. Um grupo de 48 agricultores interditou a rua que dá acesso ao escritório regional da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos do Estado (Cogerh) reivindicando a transposição do rio Jaguaribe para perenizar o trecho do leito do Banabuiú que atravessa Limoeiro. Os manifestantes usaram máquinas e até gado para protestar contra a falta d'água. Conforme o agricultor Cidiclei Guedes, a proposta vem sendo feita há cerca de um ano, quando, segundo ele, o governo do Estado destinou parte da água do açude Banabuiú para a Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). A medida era vista como prejudicial pelos pequenos agricultores de Limoeiro, já que poderia diminuir a vazão para manter as comunidades abastecidas.
"O açude Banabuiú é quem abastece as comunidades e mantém a agricultura de subsistência. Ele é um açude menor, que tem sua recarga complicada, e que não tem condições de atender essa demanda da RMF. Ao longo do tempo, quem está na beira desse rio vem reclamando da diminuição dele. Chegamos num ponto onde não temos de onde tirar água", diz.
Os agricultores que residem e trabalham neste trecho do rio, que passa por dentro do município, protocolaram um pedido junto à Cogerh, pedindo que fosse transposto do rio Jaguaribe, no trecho conhecido como Jaguaribe Seco, meio metro cúbico de água, que deverá desembocar no córrego Carrapicho e assim chegar até o Banabuiú, visando a abastecer as famílias. "Até agora, como nada foi feito, decidimos nos manifestar e ocupar defronte à Cogerh, esperando que o Governo faça alguma coisa pelos agricultores", concluiu.
A Companhia reuniu-se ontem, em Fortaleza, para discutir sobre o assunto e informou, por meio da assessoria, que deverá posicionar-se sobre a demanda dos agricultores de Limoeiro do Norte até o fim deste mês.
Mais informações:
Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos do Estado (Cogerh)
(85) 3218.7020
Fortaleza-CE

FONTE:DN

Ellen Freitas/Bruno Mota
Colaboradora/repórter

sábado, 18 de outubro de 2014

Prefeito Guimarães inaugura mais uma Unidade de Saúde.


Integrando a  nova rede de Saúde de Aquiraz, foi Inaugurada na última sexta-feira, dia 17 de outubro a Unidade Básica de Saúde da Família - Dr. Antônio Enéas Vieira, na localidade Jenipapeiro.
Estiveram presentes lideranças comunitárias e centenas de populares.
O Vereador licenciado,  Jair Silva, liderança maior daquela comunidade pediu união dos poderes públicos em Aquiraz em prol do bem estar da população.
Já o Prefeito Antônio Guimarães demonstrou satisfação em estar proporcionando à população não só de Jenipapeiro, mas de todo o município, melhoria na qualidade e quantidade de atendimento nos PSF "S.


sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Prefeito Guimarães convida para Inauguração

Inauguração da Unidade Básica de Saúde da Família em Jenipapeiro

Prefeito Antônio Guimarães, têm a honra de convidar você para participar da inauguração da Unidade Básica de Saúde da Família - Dr. Antônio Enéas Vieira, na localidade Jenipapeiro. O equipamento integra a Nova Rede de Saúde de Aquiraz.

Data: 17 de outubro de 2014 (Sexta-feira)
Horário: 18 horas
Local: Jenipapeiro - Unidade Básica de Saúde da Família Dr. Antônio Enéas Vieira.












FONTE: ASCOM AQUIRAZ
EMPATE TÉCNICO

Camilo está com 2 pontos à frente


Nesta primeira pesquisa sobre o segundo turno da disputa no Ceará, os números são parecidos aos do dia 5 de outubro


Camilo Santana (PT) e Eunício Oliveira (PMDB) estão tecnicamente empatados na disputa pelo Governo do Estado do Ceará, segundo a última pesquisa do Ibope, contratada pela Televisão Verdes Mares. Camilo Santana, numericamente está à frente de Eunício, pois registra 46% de intenções de voto contra 44% do peemedebista.
Camilo Santana, no dia da votação, segundo os números oficiais do Tribunal Superior Eleitoral, conseguiu um total de 47,81% dos votos válidos, somando 2.039.233 sufrágios contra 1.979.499 dados a Eunício Oliveira, correspondendo a 46,41% dos votos válidos. Uma diferença de 1,40% de maioria. A última pesquisa do Ibope sobre as eleições estaduais cearenses, na véspera do dia 5 de outubro registrava o Eunício Oliveira com 44% contra 38% de Camilo.
Na primeira pesquisa neste segundo turno da disputa, realizada entre os dias 13 e 15 de outubro, com 1204 eleitores, dos votos totais Camilo Santana tem 46% contra 44% de Eunício. Transformando em votos válidos, Camilo fica com 51% contra 49% de Eunício. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o nºCE-00033/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral sob protocolo BR-01100/2014.
Segundo o relatório da pesquisa, Camilo Santana tem mais simpatizantes entre eleitores mais velhos (55 anos e mais: 52% das intenções de voto), entre os que cursaram até a quarta série (52%) e entre entrevistados cuja renda familiar não ultrapassa 1 salário mínimo (51%). Já Eunício Oliveira se destaca positivamente entre os mais jovens (25 a 34 anos: 52%) e entre os que cursaram até o ensino médio (48%).
Segundo a intenção de voto espontâneo, diz o relatório que quando não é apresentado o disco com os nomes dos candidatos ao Governo do Ceará, Camilo Santana e Eunício Oliveira têm 41% das intenções de voto cada. Eleitores com intenção de votar branco ou nulo são 7%, outros 11% não opinam nessa pergunta, acrescenta.
Momento
Sobre a expectativa de vitória. Perguntados sobre quem venceria as eleições no Ceará em 26 de outubro, independentemente de suas intenções de voto, 46% creem na vitória do petista, ante 42% que acreditam na eleição do peemedebista. Não sabem ou não respondem são 12% dos entrevistados, aponta o relatório.
O nível de confiança da pesquisa é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral. A margem de erro é estimado em 3 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra de 1204 eleitores.
Fonte;DN
f
f

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Cantor Sérgio Reis eleito Dep. Federal pelos votos de Celso Russomano


Será o primeiro primeiro mandato do cantor como deputado federal. Sérgio Reis disse que “achou maravilhoso” ter sido eleito pelos votos do Russomano, que isso foi uma estratégia do partido. O cantor ainda contou que ligou para Russomano, seu amigo há anos, para pedir orientações para sua estada em Brasília. “Eu sou político dentro de casa, e minha mulher que manda em mim”, brincou.

PRINCIPAIS PROPOSTAS:
“Temos que cuidar da aposentadoria. Os aposentados estão morrendo. Se eu fosse depender da minha aposentadoria de três salários, eu ia só comprar remédio e não ter o que comer”. O cantor disse que também irá investir nas APAEs, que tem muita carência de equipamentos.

OPINIÃO SOBRE TEMAS POLÊMICOS:
Aborto: É a favor apenas em casos de estupro e de má formação do feto. “Mulherada que transa sem camisinha, gravidez indesejada, sou contra”.

Maconha: “Tem que legalizar para não existir o narcotráfico”.
União Homoafetiva: É a favor. “Cada um é dono da sua vida. Não se pode julgar uma pessoa, você não sabe quais são os sentimentos dela, quem somos nós para julgar”.

VOTO NO 2º TURNO:
“Nosso partido está com a Dilma. Eu vou falar com o meu partido, o que eles me indicarem eu faço”.
FONTE: G1

terça-feira, 7 de outubro de 2014

Vereador Maurício diz que políticos acostumaram mal o eleitor.

Na primeira sessão da Câmara Municipal de Aquiraz após  o primeiro turno das eleições majoritárias, os vereadores aproveitaram para agradecer pela expressiva votação recebida pelos candidatos por eles apoiados.
O vereador Ney Pires foi um dos agradeceu os quase 7.000 votos confiados  ao Deputado  Fernando Hugo e lamentou  pelo mesmo não ter conseguido a reeleição.

Já Aníbal Gomes recebeu mais de 10.400 sufrágios, apoiado pelo Vice- Prefeito, Marquinhos e a maioria dos vereadores. 

O Médico Vereador Dr. Cláudio agradeceu pelos votos dados ao Dr. Sarto.

O Vereador Maurício Matos, líder do prefeito Guimarães na Câmara abordou com preocupação o fato de que os eleitores foram , segundo suas palavras "Mal acostumados pelos políticos", a  só votarem em troca de favores.

Ele  disse também em tom de desabafo e aviso ao mesmo tempo que não é apadrinhado de ninguém, que se alguém tem algo contra ele ou a dizê-lo, que o diga diretamente e sem subterfúgios ou piadinhas indiretas e lembrou que  se alguém  o quer  atingir, que venha, mas sabendo que  tudo o que vem volta e disparou: " Pois todos aqui têm telhado de vidro, inclusive eu", não explicando sobre a que se referia exatamente.

Foi neste momento que o Presidente da Casa, Josimar de Castro, deu por encerrada a Sessão e convocou os vereadores para a  reunião próxima terça, dia 14 de Outubro.

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Aécio diz ter mais convergências do que divergências com Marina

O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, afirmou nesta segunda-feira (6) após encontro com aliados e membros do partido em São Paulo, que possui mais convergências do que divergências com Marina Silva (PSB), presidenciável derrotada na votação do primeiro turno, neste domingo (6).
Aécio disputará o segundo turno das eleições em 26 de outubro ao lado a presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição. No domingo, ele obteve 33,55% dos votos válidos - enquanto Dilma obteve 41,59% - e venceu Marina (21,32%) para disputar na próxima etapa do pleito. 
Segundo o Blog do Camarotti informou nesta segunda, aliados de Marina defendem apoio ao tucano desde que ele se comprometa a assumir três compromissos programáticos de Marina.

Reunião de campanha
Aécio amanheceu em São Paulo para se encontrar com apoiadores de sua campanha no estado. Ele se reuniu, entre outros membros do partido, com Geraldo Alckmin (PSDB), reeleito governador de São Paulo, e José Serra (PSDB), eleito senador pelo estado.

Aécio foi questionado nesta segunda por jornalista sobre os pontos levantados pela campanha da ex-senadora. “Tenho absoluta convergência com esses pontos. Pelo que nós queremos e avaliamos, se você reparar, verá que temos mais convergências do que divergências. Levo com grande serenidade qualquer manifestação de apoio para o segundo turno”, disse.
De acordo com o blog, a campanha de Marina quer que Aécio garanta apoio à sustentabilidade, ao fim da reeleição e a manutenção de conquistas sócio-econômicas.
O candidato confirmou ter recebido ligação de Marina para cumprimentá-lo sobre o resultado do primeiro turno, mas afirmou que é preciso "dar tempo ao tempo" no que diz respeito a um eventual apoio da candidata derrotada para o segundo turno. “Temos que dar tempo ao tempo. Cabe à liderança saber o tempo para tomar essa decisão. Não cabe a mim avançar nesse tempo”, declarou.

O tucano disse, ainda, que seguirá em campanha com o sentimento de que possui "as melhores condições de fazer o Brasil encontrar um destino melhor". "A minha candidatura não é de um partido ou de uma aliança de partidos, é uma candidatura que carrega a possibilidade concreta do Brasil se reencontrar com o desenvolvimento, com a geração de emprego, com a saúde e segurança", declarou.


Após o encontro, Aécio disse ter ficado incomodado com as primeiras palavras de Dilma Rousseff após o fim do primeiro turno. "Me surpreendi, ao abrir os jornais de hoje, a candidata oficial falar dos fantasmas do passado. Na verdade, os brasileiros estão preocupados com os monstros do presente. Inflação alta, recessão e corrupção. Portanto, para enfrentar isso é que nós nos preparamos, estamos prontos para vencer a eleição. Dou aqui a largada", afirmou.
Ele disse esperar que a campanha no segundo turno seja limpa. "Quero convidar a Dilma Rousseff para fazermos uma campanha de alto nível, uma campanha propositiva, à altura do que esperam de nós os brasileiros."
O candidato tucano também voltou a pedir pelo fim da gestão petista no goveno federal e criticou o governo Dilma Rousseff. "Esse ciclo de governo do PT precisa ser encerrado. No lugar dele precisa ser implementado um novo projeto, das reformas, diferente da atual administração, cuja marca é o aparelhamento da máquina pública", disse.

Dilma diz que vai fazer comparação entre governos na disputa com Aécio


Petista voltou a afirmar que governo do PSDB 'quebrou três vezes o país'.
Dilma disse ter conversado com Marina pelo telefone nesta segunda.

Filipe Matoso
Do G1, em Brasília
A presidente Dilma Rousseff, em entrevista à imprensa no Palácio da Alvorada (Foto: Filipe Matoso/G1)A presidente Dilma Rousseff, em entrevista à imprensa no Palácio da Alvorada (Foto: Filipe Matoso/G1)
Um dia após a realização do primeiro turno das eleições, a presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição, afirmou nesta segunda (6) que, na disputa de segundo turno, vai fazer uma comparação entre os governos do PT e do PSDB, partido do adversário Aécio Neves. Dilma convidou jornalistas para uma entrevista no Palácio da Alvorada, residência oficial, em Brasília.
"Nós vamos ter mais uma vez no Brasil dois projetos se confrontando e esses dois projetos têm uma peculiaridade. Ambos têm práticas de governo que ocorreram. Não vamos comparar só programas, mas também governos muito concretos, que apresentaram propostas para o Brasil e tiveram tempo de fazer, ao contrário de quem nunca tinha governado o país antes", disse a petista.


Mais cedo, ela recebeu integrantes de sua campanha no palácio, para tratar da nova fase da disputa.

saiba mais


Na votação de primeiro turno, Dilma teve 43,2 milhões de votos (41,59%) e Aécio, 34,8 milhões (33,55%). A candidata do PSB, Marina Silva, que até a última sexta (3) aparecia em segundo lugar nas pesquisas, obteve 22,1 milhões de votos (21,32%).


Na própria entrevista, a presidente passou a citar números de escolas técnicas construídas em seu governo e no de Fernando Henrique Cardoso, entre 1995 e 2002. "Eles jamais colocaram os pobres no Orçamento. Todas as políticas sociais foram restritas, feitas para poucas pessoas. O Brasil tem 202 milhões de habitantes, então as políticas que fazem a diferença têm que ser compatíveis com esse número de habitantes", ressaltou.

Nós temos certeza que uma parte dos votos [de Marina] vai se dividir entre eu e o candidato [Aécio Neves]"
Dilma Rousseff
Marina
A presidente também confirmou que recebeu um telefonema de Marina cumprimentando-a pelo desempenho na eleição. "Eu inclusive queria registrar que recebi telefonema extremamente gentil e civilizado da candidata Marina. Ela me cumprimentou pela eleição, agradeci o cumprimento e disse que tinha certeza que ambas lutávamos para melhorar o Brasil, em que pese nossas diferenças".

Indagada sobre se buscará o apoio de Marina Silva no segundo turno, Dilma disse considerar "uma temeridade" falar neste momento em apoio. "Eu acho que hoje seria uma temeridade qualquer fala a respeito de como serão os apoios no futuro. É óbvio que muitas vezes os apoios não dependem só de uma pessoa, e eles são decididos por várias instâncias. Nós temos certeza que uma parte dos votos vai se dividir entre eu e o candidato [Aécio Neves]", completou.
A presidente afirmou que retornará aos compromissos de campanha nesta terça e receberá, em Brasília, governadores e senadores de partidos aliados que foram eleitos no primeiro turno, candidatos que disputarão o segundo turno e conselheiros políticos para definir as estratégias para o segundo turno.
Dilma disse também que a reunião discutirá os estados em que ela fará atos de campanha. Segundo a candidata à reeleição, a tendência é começar pelo Nordeste, depois ir à região Sul, Minas Gerais e São Paulo, na sequência.